Site disponibiliza teste relacionado ao novo coronavírus para identificar se você precisa procurar um posto de saúde ou se bastam alguns cuidados na sua própria casa.

Além de permitir uma triagem com interação virtual, o site CoronaBr disponibiliza diversas informações sobre o Covid-19, de acordo com o Ministério da Saúde.

Fake news
Você pode fazer uma denúncia para o canal Disque Saude no WhatsApp (61) 992894640 ou pelo telefone 136. Ligação gratuita.

Atenção: é apenas uma análise e não um diagnóstico médico.

Clique aqui ou na imagem para acessá-lo:

 

O que é o Coronavírus

A Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS) são exemplos de infecções por um subtipo de CoV.

O coronavírus 2019 (COVID-19) surgiu na China em dezembro de 2019 e é o responsável pela atual pandemia.

Como é transmitido

A incubação do coronavírus é de 2 a 14 dias, e sua transmissão ocorre principalmente durante os sintomas.

O número reprodutivo do coronavírus é 2,75, ou seja, uma pessoa contamina entre 2 e 3 pessoas (enquanto o da gripe comum é 1,3 e o do H1N1 é 1,5);

A transmissão ocorre principalmente por via respiratória, pelo ar, através de gotículas e também por contato (pelas gotículas depositadas sobre os objetos e roupas etc).

A transmissão também pode acontecer ao cumprimentar alguém muito de perto, seja apertando as mãos, beijando o rosto, abraçando etc.

Como prevenir

A transmissão do coronavírus ocorre pelo contato com secreções de boca e nariz. Por isso, devemos usar medidas de higiene:

  • Lavar as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos, com frequência, e quando não for possível, limpar e higienizar as mãos com álcool gel 70%;
  • Ao tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com o braço, usando a dobra do cotovelo – nunca utilizar as mãos;
  • Evitar encostar as mãos não lavadas nos olhos, boca ou nariz;
  • Usar lenços descartáveis e jogá-los no lixo logo após o uso.

 

Quais sintomas

Aproximadamente 80% dos casos apresentam sintomas leves, similares a uma gripe, como coriza, febre, tosse. Alguns podem apresentar também congestão nasal, mal estar, dores no corpo, dor de garganta, dor no peito e dificuldade para respirar.

Nos casos leves, o tratamento sintomático e repouso são suficientes para a completa recuperação sem sequelas.

Entretanto, algumas pessoas podem apresentar sintomas mais graves e necessitar de atendimento médico, internação e cuidados intensivos.

Sinais de alerta

  • Febre persistente por mais de 48h;
  • Falta de ar;
  • Esforço para respirar;
  • Pele pálida ou azulada;
  • Náuseas e vômitos;
  • Idade acima de 80 anos;
  • Criança muito sonolenta;

 

Atenção: pacientes com doenças crônicas como pressão alta, diabetes, doença pulmonar, renal, insuficiência cardíaca, arritmia, transplantados, imunossuprimidos e oncológicos têm maior chance de ter um quadro mais grave.

Mantenha o distanciamento social e as medidas de higiene.

Se tiver dúvidas ou sintomas diferentes, procure uma avaliação médica,

Fonte: Redação blog Nocta; site Coronabr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *