Outubro chegou e, com ele, os lacinhos rosas começam a tomar conta de tudo. Estamos falando do Outubro Rosa, um movimento internacional que – agora – está bem difundido no Brasil. É comum ver por aqui lugares iluminados ou pintados de rosa e os lacinhos sendo distribuídos. Mas você sabia que a data existe desde a década de 1990? Pois é. 

Vamos saber mais sobre essa importante campanha – como surgiu o Outubro Rosa, do que se trata e por que é importante participar? Confira neste post!

outubro rosa

Por que o Outubro Rosa é em outubro?

O Outubro Rosa foi oficialmente criado após a aprovação do congresso norte-americano. O primeiro mês de conscientização sobre o câncer de mama foi realizado em outubro de 1986 pela Fundação Susan G. Komen Breast Cancer. Decidiu-se, então, que este seria o mês de um movimento maior.

Leia também:
Saiba a cor de cada mês para fazer campanhas de conscientização

 

O que se trata o Outubro Rosa?

O Outubro Rosa é um movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama. Muitas pessoas não sabem, mas a data é celebrada anualmente desde 1990, quando foi criada pela Fundação Susan G. Komen Breast Cancer, maior ONG do mundo voltada para pessoas com câncer de mama. 

O objetivo é compartilhar informações e promover a conscientização sobre essa doença, pois a prevenção e o diagnóstico precoce são sempre os maiores aliados para a redução da mortalidade. 

A Fundação Susan G. Komen Breast Cancer distribuiu um laço cor de rosa, na época, aos participantes da primeira Corrida pela Cura (Race for the Cure), realizada em Nova York, em 1991. Desde então, este passou a ser o símbolo da campanha. 

 

Como fazer campanha Outubro Rosa?

Todos nós podemos participar deste movimento compartilhando informações sobre prevenção do câncer de mama. Na internet, por meio das redes sociais – seja no perfil corporativo, da sua empresa, ou pessoal – podemos nos posicionar com materiais que mostram os cuidados básicos. Já compartilhamos aqui no blog uma campanha de prevenção do câncer de mama com folheto explicativo para download.

 

Quando começou o Outubro Rosa no Brasil?

Não se tem uma data definida no Brasil, pois o movimento foi criado em 1990 nos Estados Unidos, pela Fundação Susan G. Komen Breast Cancer. Por aqui, demorou alguns anos para ganhar visibilidade, principalmente de órgãos oficiais. Em São Paulo, a campanha começou a ganhar mais repercussão após o Obelisco do Ibirapuera ser iluminado de rosa em outubro de 2002. Esta foi a primeira grande iniciativa em relação à campanha. Em 2008, o Rio de Janeiro chamou a atenção ao iluminar de rosa o Cristo Redentor. Atualmente, o Outubro Rosa faz parte do calendário nacional de campanhas pelo Ministério da Saúde.

 

Quais os cuidados com as mamas para prevenção?

O câncer de mama é um tumor maligno que ataca o tecido mamário e é um dos tipos mais comuns. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), a doença acomete mais de 60 mil mulheres por ano no país. 

O cuidado com a saúde deve ser permanente. Por isso, é preciso seguir cuidados básicos com regularidade – como autoexame da mama, mamografia, alimentação saudável e exercício físico, e não deixar de consultar um ginecologista. Confira mais detalhes, de acordo com o Dr. Drauzio Varella:

  • Faça o autoexame das mamas mensalmente, de preferência no 7º ou 8º dias após o início da menstruação, se você é mulher e tem mais de 20 anos, pois cerca de 90% dos tumores  são detectados pela própria paciente;
  • Procure o médico para submeter-se ao exame das mamas a cada 2 ou 3 anos, se está entre 20 e 40 anos; acima dos 40 anos, realize o exame anualmente;
  • Atenção: embora menos comum, o câncer de mama também pode atingir os homens. Portanto, especialmente depois dos 50 anos, eles não podem desconsiderar sinais da doença como nódulo não doloroso abaixo da aréola, retração de tecidos, ulceração e presença de líquido nos mamilos.

 

Quais são os sinais de alerta do câncer de mama?

Os sinais não são os mesmos para todas as mulheres. Os mais comuns são:

  • Mudança na aparência ou sensação da mama OU 
  • Mudança na aparência ou sensação do mamilo OU
  • Secreção mamilar

 

Consulte um médico se você:

  • Encontrar um caroço (ou qualquer alteração) que pareça diferente do resto do seu seio;
  • Encontrar um novo caroço (ou qualquer mudança) que pareça diferente do seu outro seio;
  • Sinta algo diferente do que você sentia antes.

 

Se você tiver algum desses sinais de alerta, consulte um profissional de saúde. Se você quer mais informações sobre a rede privada de saúde, por meio da contratação de plano de saúde, nós podemos te ajudar. 

Fonte: Redação blog Nocta

Imagem: Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *