Geralmente, as competências comportamentais estão relacionadas ao “como” nós nos relacionamos com outras pessoas no ambiente de trabalho, principalmente em situações adversas, como mudanças e pressão.

Em um ano tão atípico como 2020, novas necessidades surgiram no campo profissonal e, com isso, algumas competências se tornaram valiosas. E como será em 2021? Vamos continuar com os trabalhos remotos? Reuniões por conferência? Bom, ainda não sabemos, mas o que podemos analisar é a permanência de algumas necessidades que o mercado deve exigir do profissional nos próximos meses.

 

Confira a seguir as principais competências comportamentais para 2021, segundo o portal Vagas.

1. Aprendizado contínuo

Em 2021, as empresas vão valorizar ainda mais quem tem curiosidade e disposição para nunca parar de aprender. A chamada competência de aprendizado contínuo – ou aprendizado ágil, como também é chamada – é o que faz um profissional se adaptar às mudanças que as empresas devem promover o tempo todo para continuar competitivas. É preciso desenvolver essa competência comportamental para sempre atualizar suas competências técnicas, que envelhecem cada vez mais rápido.

2. Pensamento crítico

A capacidade de pensar criticamente já vem sendo valorizada nos últimos anos porque as empresas querem pessoas que de fato possam analisar cenários e buscar soluções. Em 2021, ela deve ser ainda mais crucial, já que o mundo pós-Covid continuará exigindo que as empresas enfrentem desafios e que suas equipes sejam inovadoras e criativas na solução de problemas.

3. Resiliência profissional

Resiliência é a capacidade de um profissional se manter “inteiro” (e produtivo) apesar da pressão e dos desafios que encontra pelo caminho. Ela está entre as competências mais importantes em 2021, ganhando ainda mais destaque. Empresas querem pessoas dispostas a vencer obstáculos e seguir em frente.

4. Flexibilidade

Flexibilidade é outra competência importante para 2021. Não sabemos como será e nem se haverá um “novo normal”, por isso o mercado valoriza pessoas que saibam lidar com transformações e mudanças repentinas.

5. Dedicação

Em 2020, houve muitas razões para não conseguirmos trabalhar. E o que você fez? Se você descobriu uma forma de se manter produtivo e entregar o que era preciso, você é o tipo de profissional que o mercado de trabalho vai valorizar em 2021. A capacidade de dedicação deve continuar em alta no próximo ano.

6. Colaboração e trabalho em equipe

A capacidade de colaborar com o time – ensinando, ouvindo, apoiando – também deve ser muito valorizada pelos empregadores no próximo ano. Quem quiser se destacar deve desenvolver o que eles chamam de “mentalidade de coach”, aquele que sabe ouvir, demonstra coragem, tem empatia no trabalho e colabora para resolver problemas difíceis.

7. Capacidade de trabalho em ambiente virtual

Essa competência não poderia estar fora da lista das mais valorizadas para 2021. Isso significa que quem driblou toda a adversidade trazida pelo ano de 2020 e conseguiu se adaptar ao trabalho remoto, e às relações profissionais virtuais, tem muita chance de se destacar nos próximos meses. Com vacina ou sem vacina, a aposta geral do mercado é que o ambiente profissional nunca mais será o mesmo. O home office provou seu valor e não deve desaparecer tão cedo.

Fonte: Vagas

Imagens: Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *